terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Grande Rio fecha carnaval do Rio com enredo sobre superação Tema surgiu após incêndio

Grande Rio fecha carnaval do Rio com enredo sobre superação Tema surgiu após incêndio que aconteceu no barracão em 2011.Escola encerrou segunda noite de desfiles do Grupo Especial.


A Grande Rio tomou emprestado histórias de brasileiros que superaram desafios para fazer o desfile que encerrou a segunda noite de desfiles do Grupo Especial do Rio de Janeiro. O enredo foi desenvolvido pelo carnavalesco Cahê Rodrigues.
saiba mais

A comissão de frente abriu a apresentação levando integrantes vestidos de crianças para falar dos medos que precisam ser superados ainda na infância. Um tripé, que tinha o formato de uma grande cama, tinha movimentos e simulava um colchão que jogava as crianças para fora da cama e também tinha aberturas de onde surgiam fantasmas.

O carro abre-alas, "Anjos anunciam a luz que vem do céu", representava o poder divino. A atriz Christiane Torloni era um dos destaques do carro. A segunda alegoria simbolizava a luta diária de homens e mulheres que lutam diariamente para superar desafios. Batizado de "Derrubando gigantes", a estrutura tinha um enorme gigante no topo e a atriz Betty Lago ocupava um dos pontos de destaque da alegoria.

"O som da vida: melodias de superação" era o tema do terceiro carro. Ele presta homenagem a Ray Charles, cantor e pianista norte-americano que  perdeu a visão aos 7 anos, mas encontrou na música sua vocação.

A escola dedicou alas a nomes que representam a superação nos esportes. Lars Grael, Ronaldo Fenômeno e Clodoaldo Silva estão entre os representados. As disputas esportivas também foram tema do quarto carro,  "Superação sobre rodas". Ele levou atletas da seleção de basquete em cadeira de rodas, que demonstraram habilidade fazendo cestas durante o desfile.

O quinto carro foi um tributo ao líder negro Nelson Mandela, enquanto a sexta alegoria foi uma homenagem ao "Brasil que se supera".